Prouni: Notas de Corte

Prouni: Notas de Corte

Prouni: Notas de Corte para o Programa Universidade para Todos, que utiliza as notas do Enem para seleção de bolsistas.

Prouni: Notas de Corte

Notas EnemCursos
800 a 850Medicina e Direito
751 a 799Psicologia, Engenharias (Civil, Elétrica, Química, Aeronáutica, Computação, Mecânica e Automação).
700 a 750Administração, Odontologia, Enfermagem, Arquitetura, Ciências Contábeis, Nutrição e Comunicação
651 a 699Farmácia, Fisioterapia, Recursos Humanos, Sistemas de Web, Secretariado, Webdesign e Segurança.
600 a 651Oceanografia, Veterinária, Letras, Petróleo e Gás, Podologia e Produção Agrícola
600Saneamento, Licenciaturas e Tecnólogos

 

Prouni: Critérios para Desempate 

De acordo com informações do MEC, estão abaixo os critério para desempate para concessão de bolsas do Prouni:

No caso de notas idênticas na média aritmética do Enem; o desempate entre os candidatos será determinado de acordo com a seguinte ordem de critérios:

I – maior nota na prova de redação;

II – maior nota na prova de Linguagens, Códigos e Suas Tecnologias;

III – maior nota na prova de Matemática e suas Tecnologias;

IV – maior nota na prova de Ciências da Natureza e suas Tecnologias;

V – maior nota na prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias.

Prouni: Bolsas Integrais e Parciais

O Prouni concede bolsas integrais e parciais, conforme descrição abaixo:

As bolsas integrais se destinam aos candidatos cuja renda familiar bruta mensal per capita não exceda R$ 1,5 salário mínimo.

As parciais são voltadas aos estudantes com renda familiar bruta mensal per capita inferior a três salários mínimos. Poderão ser requeridas até duas opções de instituição, local de oferta, curso, turno e tipo de bolsa pretendida.

Prouni: Requisitos para a seleção

Os requisitos para requerer as bolsas do Prouni são:

-Ser brasileiro não portador de diploma de curso superior e que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2017 e não tenham zerado a prova.

-Ter cursado o ensino médio completo em escola pública ou em instituição privada como bolsista integral;

-Possuir alguma deficiência;

-Ser professor da rede pública.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *