ProUni 2017

Prouni 2017: Maior nota de corte foi Medicina

8 de fevereiro de 2017

Prouni 2017: Maior nota de corte foi Medicina, referente à primeira edição de 2017 do Programa Universidade para Todos.

Prouni 2017: Maior nota de corte foi Medicina

UF Município Curso Modalidade de concorrência Tipo de bolsa Nota de corte
RS Santa Maria Medicina Presencial 100% 811,30
ES Colatina Medicina Presencial 100% 809,34
PI Teresina Engenharia Civil Presencial 100% 799,80
PB João Pessoa Medicina Presencial 100% 792,84
SP São Paulo Medicina Presencial 100% 792,58
RJ Rio de Janeiro Letras-Inglês EAD 100% 792,18
MA São Luís Medicina Presencial 50% 790,92
ES Vila Velha Gastronomia Presencial 100% 790,62
RJ Itaperuna Medicina Presencial 100% 788,32
ES Vitória Administração Presencial 100% 787,78

O programa recebeu 1.535.042 inscritos e 2.976.550 inscrições, uma vez que os candidatos podiam se cadastrar em duas opções de cursos. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Educação (MEC), antes de ser liberado o resultado.

Bolsas oferecidas Prouni 2017 primeira edição

Neste processo seletivo, o MEC disponibilizou 214.242 bolsas de estudo em 13.521 cursos ministrados em 1.065 instituições particulares de todo o País.

Cursos mais procurados Prouni 2017

-Direito com 268.864 inscrições;

-Administração 268.041 inscrições;

-Pedagogia 180.020 inscrições;

-Enfermagem 165.578;

-Educação Física com 160.052

Comprovação das informações 

Conforme edital do ProUni 2017/1, até o próximo dia 13 os selecionados deverão comprovar as informações solicitadas no momento da inscrição.

A segunda convocação será divulgada no dia 20 de fevereiro, com confirmação dos dados até dia 24 de fevereiro.

Lista de Espera Prouni 2017

Os candidatos não aprovados na primeira e segunda chamadas poderão em 7 e 8 de março, manifestar interesse em participar da lista de espera; cujas comprovações serão nos dias 13 e 14 de março.

Veja as oportunidades para manifestação pela Lista de Espera do Sisu, edição 2017.

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply