Cronograma Prouni 2019

O cronograma do Prouni 2019 está disponível, conforme edital do Programa, que utiliza as notas do Enem 2018 para seleção de candidatos, que ingressarão em diversas Instituições de iniciativa particular.

Veja mais informações do Prouni 2019

Cronograma Prouni 2019

Inscrições de 31 de janeiro a 3 de fevereiro de 2019;

Resultado: Primeira chamada: 6 de fevereiro de 2019; Segunda chamada: 20 de fevereiro de 2019.

Comprovação das Informações: Primeira chamada: de 6 a 14 de fevereiro de 2019; Segunda chamada: de 20 a 27 de fevereiro 2019.

Lista de Espera: 7 a 8 de março de 2019;

Resultado da Lista de Espera: 11 de março de 2019.

Como fazer a inscrição do Prouni 2019?

Conforme edital do Prouni 2019, para efetuar sua inscrição o CANDIDATO deverá, obrigatoriamente, informar:
I – seu número de inscrição do Enem 2018 e a senha mais atual cadastrada no referido Exame;
II – endereço de e-mail e número de telefone válidos, aos quais o Ministério da
Educação poderá, a seu critério; enviar comunicados periódicos referentes aos prazos e resultados do processo seletivo do Prouni; e demais informações julgadas pertinentes;
III – dados cadastrais próprios e referentes ao grupo familiar;
IV – em ordem de preferência, até 2 (duas) opções de instituição; local de oferta, curso; turno; tipo de bolsa e modalidade de concorrência dentre as disponíveis; conforme sua renda familiar bruta mensal per capita e a adequação aos critérios referidos nos artigos 3ºe 6ºda Portaria Normativa MEC nº1, de 2015.

As inscrições estarão disponíveis no site do MEC, ícone Prouni.

Tipos de Bolsas Prouni 2019

Conforme edital, são duas modalidades de bolsas para o Prouni:

-Bolsa integral: para estudantes que possuam renda familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio.

-Bolsa parcial de 50%: para estudantes que possuam renda familiar, por pessoa, de até três salários mínimos.

O Candidato do Prouni poderá ser inscrever no Sisu 2019?

Se o candidato tiver feito o Enem 2018, poderá se inscrever no Sisu. Porém, se for selecionado pelo Sisu, deverá optar pela bolsa do Prouni; ou pela vaga na instituição pública para a qual foi selecionado; pois é vedado ao bolsista utilizar uma bolsa do Prouni e estar, simultaneamente, matriculado em instituição de ensino superior pública e gratuita.

Prouni 2019: Inscrições a partir de 31 de janeiro

O MEC divulgou o edital com o calendário referente ao  processo seletivo para ingresso no primeiro semestre de 2019; referente ao Programa Universidade para Todos (Prouni).

Inscrições Prouni 2019

Conforme edital do Prouni 2019, as inscrições serão iniciadas no dia 31 de janeiro; e serão encerradas às 23h59 do dia 3 de fevereiro.

Quem poderá concorrer ao Prouni 2019?

Para concorrer às bolsas, os interessados devem possuir nacionalidade brasileira e não podem portar diploma de curso superior. Ainda é exigida a participação no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2018.

De acordo com o edital do Prouni 2019, além desses pré-requisitos, ainda é necessário se enquadrar em algum desses perfis:

– Ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública;

– Ter cursado o ensino médio completo em instituição privada, na condição de bolsista integral da respectiva instituição;

– Ter cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em instituição privada; na condição de bolsista integral da respectiva instituição;

– Ser pessoa com deficiência;

– Ser professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica e integrando o quadro de pessoal permanente da instituição pública.

Nesta edição, assim como nas anteriores, o programa oferecerá duas modalidades de bolsas: integrais e parciais. Para concorrer à bolsa integral; o interessado deve ter renda familiar bruta mensal per capita não exceda o valor de 1,5 salário-mínimo.

Já para as parciais, a renda familiar bruta mensal per capita não exceda o valor de 3 salários mínimos.

Inscrição

Para realizá-la, o candidato deverá acessar o site do programa, obedecendo o período de inscrição; informar seu número de inscrição do Enem 2018; e a senha mais atual cadastrada no referido Exame. Ainda é solicitado endereço de e-mail e número de telefone válidos.

O interessado ainda deverá preencher questionário socioeconômico que corresponde os seus próprios dados e, também, o de todos os participantes do seu grupo familiar.

A partir dessa etapa, ele poderá escolher, por ordem de preferência, até duas opções de cursos, observando a instituição; local de oferta; curso; turno; tipo de bolsa e modalidade de concorrência dentre as disponíveis conforme sua renda familiar bruta mensal.

Processo seletivo

A seleção será mediante a colocação dos candidatos frente ao número de vagas e média obtida na última edição do Enem. Para 2019, o MEC informa que haverá duas chamadas sucessivas de candidatos pré-selecionados.

Sendo a primeira marcada para o dia Primeira chamada: 6 de fevereiro de 2019 e a Segunda chamada: 20 de fevereiro de 2019.

Com seu nome na lista, o pré-selecionado deverá comparecer a instituição de ensino que submeteu inscrição para comprovação das informações prestadas em sua inscrição e eventual participação em processo seletivo próprio da instituição, quando for o caso.

Primeira e Segunda chamadas

Candidatos pré-selecionados na Primeira chamada: de 6 a 14 de fevereiro de 2019 e para a Segunda chamada de 20 a 27 de fevereiro 2019.

Lista de Espera

Os inscritos que não forem pré-selecionados em nenhuma das duas opções de cursos submetidas nas chamadas regulares podem manifestar interesse na lista de espera do programa, no período de 7 a 8 de março de 20199, através do site do PROUNI.

Resultado Prouni 2019

O resultado da lista de espera estará disponível no Sisprouni para consulta pelas IES no dia 11 de março de 2019. Candidatos convocados deverão comparecer entre nos dias 12 a 13 de março de 2019 para comprovar as informações.

Prouni

O Programa Universidade para Todos (Prouni) concede bolsas de estudo integrais e parciais em cursos de graduação em instituições de ensino superior privadas. Os interessados em participar devem ter realizado o Enem 2018 e nota na redação diferente de zero, além da nota mínima de 450 pontos.

Podem concorrer estudantes egressos do ensino médio da rede pública ou da rede particular na condição de bolsistas integrais. A renda familiar per capita máxima de três salários mínimos é exigida e o processo seletivo observa as notas dos candidatos em relação ao número de vagas.

“O Programa possui também ações conjuntas de incentivo à permanência dos estudantes nas instituições, como a Bolsa Permanência e ainda o Fundo de Financiamento Estudantil – Fies, que possibilita ao bolsista parcial financiar parte da mensalidade não coberta pela bolsa do programa”, informa o MEC.

Divulgado o resultado da lista de espera Prouni 2018-2

O Ministério da Educação (MEC) divulgou, hoje, 2 de agosto, a relação de participantes da lista de espera do Programa Universidade Para Todos (ProUni).

O resultado pode ser conferido no site do MEC ( http://siteprouni.mec.gov.br/)

Comprovação das Informações

Os inscritos terão que comparecer às instituições de ensino de amanhã (3) até segunda-feira (6) para comprovar as informações de cadastro.

Quem pode participar da Lista de Espera do Prouni?

De acordo com o MEC, a lista de espera foi destinada aos participantes que já tinham feito suas inscrições no ProUni e não foram selecionados nas duas chamadas regulares da edição do segundo semestre de 2018.

Os candidatos tiveram que comprovar 450 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 e nota acima de zero na redação, além de preencherem uma das seguintes situações:

-Ser de escola pública ou bolsista integral em colégio particular, exceto nos casos dos professores e das Pessoas com Deficiência (PcD)

-Comprovar renda, com exceção dos professores da rede pública.

O candidato com renda familiar mensal de até 1,5 salário mínimo por pessoa teve direito a concorrer às bolsas integrais (totalmente gratuitas). Participantes com renda entre 1,5 e 3 salários mínimos por pessoa puderam se inscrever para as bolsas de 50%.

Modalidades da Lista de Espera Prouni 2018-2

Ainda conforme o MEC, a lista de espera se dividiu em primeira e segunda opção de curso:

A participação para a primeira opção de curso foi destinada para:

-Candidatos não pré-selecionado nas chamadas regulares do ProUni;

-Participante que foi pré-selecionado na segunda opção de curso e reprovado pela não formação de turma.

A participação para a segunda opção de curso foi voltada para:

-Inscritos que não foram pré-selecionados nas chamadas regulares, caso não tenha havido formação de turma na primeira opção de curso;

-Participantes que não foram pré-selecionados nas chamadas regulares, caso não tenha havido oferta de bolsas na primeira opção de curso;
-Quem foi pré-selecionado na primeira opção de curso e reprovado pela não formação de turma.

Bolsas Prouni 2018-2

O ProUni 2018/2 ofereceu 174.289 bolsas, sendo 68.884 integrais e 105.405 parciais. As oportunidades foram para 1.460 instituições de ensino superior de iniciativa particular.

Cotas Prouni

O ProUni 2018/2 reservou ainda percentual destinado aos cotistas autodeclarados pretos, pardos ou indígenas, independente da renda.

Está disponível a consulta de vagas referentes ao Prouni 2018-2

O MEC disponibilizou o acesso à consulta de vagas, que serão liberadas para a 2ª edição do Programa Universidade para Todos (ProUni) 2018.

Veja o Calendário do Prouni 2018-2

Veja os cursos mais procurados em outras edições do Prouni

Veja média de notas de corte Prouni

Acesse as notas de corte de diversos cursos referentes ao Prouni 2018-1

Vagas oferecidas

Ao todo, serão oferecidas 174.289 vagas para bolsas de estudo em 1.460 instituições de ensino privadas. Dessas bolsas, 68.884 são integrais e 105.405 parciais.

Consulta de Vagas

Os candidatos podem pesquisar as vagas por curso, universidade ou município, no site do MEC (https://prounialuno.mec.gov.br//consulta/publica)

Inscrições

As inscrições para o ProUni 2018/2 serão realizadas no período de 26 de junho até as 23h59 (horário de Brasília) de 29 de junho.

Poderão se inscrever no programa os candidatos que:

-Não tiverem diploma de curso superior;

-Que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2017, com nota acima de 450 pontos, sem ter zerado a redação.

Para concorrer às bolsas, conforme o edital, o candidato deverá se encaixar em pelo menos uma das condições a seguir:

-Ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública;
-Ter cursado o ensino médio completo em instituição privada, na condição de bolsista integral da respectiva instituição;
-Ter cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em instituição privada, na condição de bolsista integral da respectiva instituição;
-Ser pessoa com deficiência;
-Ser professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica e integrando o quadro de pessoal permanente da instituição pública; conforme disposto no art. 3ºdo Decreto nº5.493, de 18 de julho de 2005.

Modalidades de Bolsas Prouni

As bolsas variam conforme a renda do candidato ao programa. Conforme informações do Edital, serão integrais, caso a renda familiar bruta mensal per capita não exceda o valor de 1,5 salário-mínimo; ou parciais, caso a renda familiar bruta mensal per capita não exceda o valor de 3 salários mínimos.

Critérios para Desempate Prouni 

De acordo com informações do MEC, estão abaixo os critério para desempate para concessão de bolsas do Prouni:

No caso de notas idênticas na média aritmética do Enem; o desempate entre os candidatos será determinado de acordo com a seguinte ordem de critérios:

I – maior nota na prova de redação;

II – maior nota na prova de Linguagens, Códigos e Suas Tecnologias;

III – maior nota na prova de Matemática e suas Tecnologias;

IV – maior nota na prova de Ciências da Natureza e suas Tecnologias;

V – maior nota na prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias.

Resultado e matrícula

O ProUni divulgará duas chamadas sucessivas; sendo a primeira liberada para consulta no dia 2 de julho, e a segunda, no dia 16 de julho. O candidato deverá consultar o resultado pela internet, no site do ProUni (http://siteprouni.mec.gov.br/), ou nas instituições para as quais efetuou a inscrição.

O candidato pré-selecionado deverá comparecer às instituições de ensino com os documentos solicitados para comprovar as informações prestadas no momento da inscrição. Para a primeira chamada, o período de comprovação vai de 2 a 10 de julho. Já para a segunda chamada, de 16 a 23 de julho.

Lista de Espera

Os participantes que não forem convocados nas duas chamadas poderão manifestar interesse pela lista de espera entre os dias 30 e 31 de julho, no site do MEC (http://siteprouni.mec.gov.br/).

Convocação Lista de Espera

As convocações dos candidatos em lista de espera pelas instituições serão divulgadas no dia  2 de agosto.

As inscrições referentes ao Prouni 2018-2 serão abertas em 26 de junho

A 2ª edição de 2018 referente ao Programa Universidade para Todos (ProUni) dará início às suas inscrições, em única etapa e exclusivamente pela internet, na próxima semana.

Inscrições

As inscrições estarão disponíveis, no site do MEC (http://prouniportal.mec.gov.br/); a partir de 26 de junho e serão encerradas no dia 29 de junho.

As informações referentes ao Prouni 2018-2 foram publicadas no Diário Oficial da União (D.O.U) pelo Edital do Prouni 2018-2.

Como fazer a inscrição para o Prouni 2018-2?

No ato da inscrição é obrigatório informar:

-Número de inscrição no Enem 2017;

-Senha mais atual cadastrada no Exame;

-Endereço de e-mail e número de telefone válidos;

-Dados cadastrais próprios e referentes ao grupo familiar;

-Ordem de preferência, até duas opções de instituição, local de oferta, curso, turno;

-Tipo de bolsa;

-Modalidade de concorrência dentre as disponíveis, conforme renda familiar bruta mensal per capita.

Requisitos para inscrições Prouni 2018-2

Somente poderá se inscrever no ProUni o candidato:

-Que não for portador de diploma de curso superior;

-Que tenha participado das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) referente à edição de 2017;

-Que atenda a pelo menos uma das condições a seguir:

a- Tenha cursado o ensino médio completo em escola da rede pública;
b- Tenha cursado o ensino médio completo em instituição privada, na condição de bolsista integral da respectiva instituição;
c- Tenha cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em instituição privada, na condição de bolsista integral da respectiva instituição;
d- Seja pessoa com deficiência;
e- Seja professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica e integrando o quadro de pessoal permanente da instituição pública.

Bolsas Oferecidas

Ainda não foi divulgada a quantidade de bolsas parciais e integrais que serão disponibilizadas.

Serão beneficiados com bolsas integrais aqueles que possuam renda familiar bruta mensal per capita que não exceda o valor de 1,5 salário mínimo ou parciais; no caso em que a renda familiar bruta mensal per capita não exceda o valor de três salários mínimos.

Resultado Prouni 2018-2

O ProUni 2018/2 será constituído de duas chamadas sucessivas. Os resultados com a lista dos candidatos pré-selecionados estarão disponíveis na página do Programa; na internet, no dia 02 de julho (1ª chamada) e 16 de julho (2ª chamada).

Os pré-selecionados deverão comparecer à respectiva instituição de ensino em que foi selecionado; para comprovação das informações prestadas até 10 de julho (1ª chamada) e até 23 de julho (2ª chamada).

Lista de espera Prouni 2018-2

Poderá participar da lista de espera do ProUni 2018/2, o candidato que manifestar seu interesse por meio da página do Programa na internet, no período de 30 a 31 de julho. A listagem estará disponível no Sisprouni para consulta pelas instituições no dia 02 de agosto.

Aqueles que tenham manifestado interesse em participar da lista de espera do Prouni; deverão comparecer às instituições e entregar a documentação comprobatória das informações prestadas na inscrição; no período de 03 a 06 de agosto.

As dúvidas poderão ser sanadas na Central de Atendimento do MEC, através do telefone 0800 616161.

Prouni 2018-1: Resultado da Segunda Chamada

O resultado referente à Segunda Chamada do Prouni é divulgado, hoje dia 2 de março, no site do MEC, para os candidatos que não foram selecionados na primeira.

A comprovação de informações referentes à segunda chamada será entre 2 e 9 de março, nas respectivas instituições.

Lista de Espera Prouni

Se o candidato não for aprovado novamente; poderá manifestar interesse em participar da lista de espera entre os dias 16 e 19 de março, no site do Prouni.

Poderão concorrer à primeira opção de curso aqueles que:

-Não foram pré-selecionados nas chamadas regulares;
-Foram pré-selecionados só na segunda opção de curso, mas não houve formação de turma.

Poderão concorrer à segunda opção de curso aqueles que:

-Não foram pré-selecionados nas chamadas regulares e não houve formação de turma na primeira opção;
-Foram pré-selecionados na primeira opção de curso, mas reprovados porque não houve formação de turma.

O Prouni disponibilizará os boletins de desempenho de cada participante para as instituições de ensino que integram o programa. Caberá a elas analisar quantas vagas não foram ocupadas para convocar novos candidatos.

Resultado Lista de Espera Prouni 2018-1

O resultado da lista de espera será publicado pelas universidades no dia 20 de março.

Critérios de participação Prouni

Para participar do Prouni, é necessário ter tirado no mínimo 450 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2017) e não ter zerado a redação.

Só podem integrar o programa aqueles estudantes que se encaixarem em pelo menos uma das seguintes situações:

-ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública;
-ter cursado o ensino médio completo em escola privada, mas como bolsista integral;
-ter cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em escola privada, mas como bolsista integral;
-ter alguma deficiência;
-ser professor da rede pública de ensino.

Modalidades de Bolsas Prouni

As bolsas integrais se destinam aos candidatos cuja renda familiar bruta mensal per capita não exceda 1,5 salário mínimo. Já as parciais, de 50% da mensalidade, são voltadas aos estudantes com renda familiar bruta mensal per capita inferior a três salários mínimos.

A inscrição inclui até duas opções de instituição, local de oferta, curso, turno e tipo de bolsa pretendida.

Calendário Prouni 2018-1

De acordo com o edital, o calendário do Prouni terá as seguintes datas:

-Primeira chamada: 14 de fevereiro;
-Comprovação de informações da primeira chamada: entre 15 e 23 de fevereiro;
-Segunda chamada: 2 de março;
-Comprovação de informações da segunda chamada: entre 2 e 9 de março;
-Manifestação de interesse na lista de espera: entre 16 e 19 de março;
-Resultado das listas de espera: 20 de março.

Resultado Prouni 2018

Resultado Prouni 2018 que é o Programa Universidade para Todos, que concede bolsas de estudos para alunos carentes em todo o Brasil.

Resultado Prouni 2018

O Resultado pode ser conferido no site do MEC.

Os candidatos pré-aprovados deverão comprovar os dados pessoais informados na inscrição entre os dias 15 e 23 de fevereiro, na universidade onde estudarão. Só assim terão suas vagas garantidas.

Bolsas Oferecidas Prouni 2018

De acordo com o MEC, o programa oferece 242.987 bolsas de estudo em 2.976 instituições de ensino particulares. Dessas, 113.863 são integrais e 129.124, parciais.

Segunda chamada Prouni

De acordo com o edital haverá a divulgação de uma 2ª lista de aprovados no dia 2 de março. Caso o candidato não seja aprovado novamente; poderá manifestar interesse em participar da lista de espera entre os dias 16 e 19 de março, no site do Prouni.

Poderão concorrer à primeira opção de curso os candidatos que:

-Não foram pré-selecionados nas chamadas regulares;
-Foram pré-selecionados só na segunda opção de curso, mas não houve formação de turma.

Poderão concorrer à segunda opção de curso os candidatos que:

-Não foram pré-selecionados nas chamadas regulares e não houve formação de turma na primeira opção;
-Foram pré-selecionados na primeira opção de curso, mas reprovados porque não houve formação de turma.

O Prouni disponibilizará os boletins de desempenho de cada participante para as instituições de ensino que integram o programa. Caberá a elas analisar quantas vagas não foram ocupadas para convocar novos candidatos. O resultado da lista de espera será publicado pelas universidades no dia 20 de março.

Critérios para participação no Prouni

Para participar do Prouni, é necessário ter tirado no mínimo 450 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2017) e não ter zerado a redação.

Só podem integrar o programa aqueles estudantes que se encaixarem em pelo menos uma das seguintes situações:

-ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública;
-ter cursado o ensino médio completo em escola privada, mas como bolsista integral;
-ter cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em escola privada, mas como bolsista integral;
-ter alguma deficiência;
-ser professor da rede pública de ensino.

Modalidades de bolsa Prouni

As bolsas integrais se destinam aos candidatos cuja renda familiar bruta mensal per capita não exceda 1,5 salário mínimo. Já as parciais, de 50% da mensalidade, são voltadas aos estudantes com renda familiar bruta mensal per capita inferior a três salários mínimos.

A inscrição inclui até duas opções de instituição, local de oferta, curso, turno e tipo de bolsa pretendida.

Calendário Prouni 2018

De acordo com o edital, o calendário do Prouni terá as seguintes datas:

-Primeira chamada: 14 de fevereiro;
-Comprovação de informações da primeira chamada: entre 15 e 23 de fevereiro;
-Segunda chamada: 2 de março;
-Comprovação de informações da segunda chamada: entre 2 e 9 de março;
-Manifestação de interesse na lista de espera: entre 16 e 19 de março;
-Resultado das listas de espera: 20 de março.

Prouni 2018: Resultado da Pré-Seleção

Prouni 2018: Resultado da Pré-Seleção do Programa Universidade para Todos, que concede bolsas integrais e parciais, em instituições particulares de ensino.

Cronograma Prouni 2018

O processo seletivo do primeiro semestre de 2018 é constituído por duas chamadas sucessivas. O resultado da primeira chamada será divulgado no dia 14 de fevereiro de 2018; o da segunda chamada em 02 de março de 2018.

Os resultados estarão disponíveis na página do Prouni e nas instituições de ensino participantes do programa.

De acordo com o MEC, é de inteira responsabilidade dos candidatos a consulta aos resultados; o cumprimento dos prazos estabelecidos e o acompanhamento de possíveis alterações. A eventual comunicação por via eletrônica do MEC com os candidatos tem caráter meramente complementar.

Pré-seleção Prouni

A pré-seleção, em qualquer das chamadas do Prouni, assegura ao candidato apenas a expectativa de direito à bolsa; condicionado seu efetivo usufruto à regular participação e aprovação nas fases posteriores do processo seletivo; bem como à formação de turma no período letivo inicial do curso.

O que fazer após a Pré-seleção do Prouni?

De acordo com o MEC, o candidato deverá apresentar à instituição para a qual foi pré-selecionado, no período estabelecido no cronograma; os documentos que comprovem as informações prestadas na ficha de inscrição.

Será da responsabilidade do candidato verificar, na instituição, os horários e o local de comparecimento para a aferição das informações. A perda do prazo ou a não comprovação das informações implicará, automaticamente, a reprovação do candidato.

Prazo para comprovação das informações

prazo para comprovação das informações dos candidatos pré-selecionados na primeira chamada será de 15 a 23 de fevereiro de 2018. Para a comprovação das informações dos pré-selecionados na segunda chamada, de 02 a 09 de março de 2018.

Documentação necessária

Processo Seletivo próprio das Instituições

Algumas instituições submetem os pré-selecionados a um processo seletivo próprio, que pode ser diferente do vestibular.

O candidato deve verificar, no momento da inscrição, se a instituição vai aplicar processo seletivo próprio. As instituições que optarem por processo próprio deverão explicar formalmente aos estudantes; no prazo máximo de 24 horas da divulgação dos resultados das chamadas, a natureza e os critérios de aprovação, os quais não podem ser mais rigorosos do que aqueles aplicados aos pré-selecionados nos processos seletivos regulares. Não pode ser cobrada nenhuma taxa por processo próprio de seleção.

Como comprovar a entrega da documentação na instituição?

Ao receber a documentação do candidato, a instituição deverá, obrigatoriamente, entregar o protocolo de recebimento de documentação do Prouni.

Contudo, o candidato deverá ficar atento, pois esse procedimento não afasta eventual exigência de entrega de documentos adicionais; caso seja julgada necessária pelo coordenador do Prouni na instituição.