Prazo para inscrição nas vagas remanescentes do Prouni 2019 termina nesta terça

Termina nesta terça-feira (30) o prazo para estudantes matriculados em instituições de ensino superior se inscreverem para uma das bolsas remanescentes do Programa Universidade Para Todos (Prouni). O cadastro pode ser feito no próprio site do programa.

Para quem ainda não estava matriculado, o prazo acabou na última sexta-feira, dia 26 de abril. O Prouni oferece bolsas integrais destinadas aos estudantes com renda familiar bruta mensal de até um salário mínimo e meio por pessoa.

Já as bolsas parciais contemplam os candidatos que têm renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa.

Prouni 2019 recebe inscrições para bolsas remanescentes

Candidatos interessados em bolsas de estudo remanescentes do Programa Universidade para Todos (Prouni) podem fazer a inscrição até o dia 29 de março. Aqueles que estudantes que já estejam matriculados na instituição de ensino e que queiram pleitear a bolsa têm um prazo maior, até dia 30 de abril.

Podem participar:

professores da rede pública, que estejam trabalhando em alguma instituição no momento e que queiram uma bolsa de estudos em cursos ligados ao exercício da licenciatura;
participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que tenham feito qualquer edição da prova após 2010 e tirado, no mínimo, 450 pontos de média. É necessário nota superior a zero na redação.

Critérios de renda

Os candidatos também devem se encaixar nos seguintes critérios de renda:

  • Bolsas integrais: renda familiar bruta mensal per capita de até 1,5 salário mínimo
  • Bolsas parciais: renda familiar bruta mensal per capita de até 3 salários mínimos

Regras gerais

Seja para buscar uma bolsa parcial ou uma integral, é preciso se enquadrar em uma das seguintes condições:

  • ter cursado o ensino médio completamente em escola pública;
  • ter cursado o ensino médio completamente em escola privada, desde que na condição de bolsista integral;
  • ter cursado o ensino médio parcialmente em escola privada, desde que na condição de bolsista integral;
  • ter alguma deficiência;
  • ser professor do quadro permanente de uma escola pública (nesse caso, o critério de renda familiar não se aplica).

Quem for pré-selecionado deve levar uma série de documentos até a instituição de ensino. A intenção é comprovar que respeita as normas listadas acima (renda, formação escolar, etc.).

MEC divulga resultado da lista de espera do ProUni 2019/1

O Ministério da Educação (MEC) divulgou o resultado da lista de espera do Programa Universidade para Todos (ProUni 2019) aos estudantes que se inscreveram para concorrer a bolsas de estudo integrais e parciais em universidades privadas do Brasil. A lista está disponível no portal oficial do programa desde a manhã desta segunda-feira (11) e pode ser acessada com o número de inscrição e a senha do candidato no Enem 2018.

Os estudantes convocados na lista de espera do ProUni 2019 devem comparecer às instituições de ensino selecionadas, entre os dias 12 e 13 de março, para a realização da matrícula, durante o horário de atendimento, com os documentos necessários que comprovam as informações prestadas na ficha de inscrição e que são informados na página do programa.

A lista de espera esteve aberta entre os dias 7 e 8 de março, para os candidatos que não foram convocados na segunda chamada, divulgada no dia 20 de fevereiro. Os estudantes aprovados nesta última lista deverão preencher as bolsas remanescentes nas instituições privadas do país.

Os candidatos selecionados ainda têm a possibilidade de requisitar uma Bolsa de Permanência, a fim de ajudar com os custos dos estudos, e podem também usar o Fundo de Financiamento Estudantil ( Fies ) para financiar a parte da mensalidade que não foi coberta pelo programa.

Ao todo, 946.979 candidatos se inscreveram nesta primeira edição do ProUni 2019, segundo o MEC , a fim de concorrer dentre o número recorde de 243.888 bolsas de estudo oferecidas, sendo que, 116.813 eram bolsas integrais e 127.075 parciais (50% do valor da mensalidade), distribuídas em 1.239 instituições de educação superior em todo o país.

As inscrições do Prouni 2019 ficaram abertas dentre os dias 31 de janeiro e 3 de fevereiro, para estudantes que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018, não possuíam diploma de nível superior e se encaixavam nos critérios de renda requisitados elo programa.

Prouni 2019 divulga o resultado da primeira chamada

O resultado da primeira chamada da edição do primeiro semestre do Programa Universidade para Todos (Prouni) 2019 foi divulgado nesta quarta-feira (6) pelo Ministério da Educação. A lista com os aprovados foi publicada na página do Prouni.

Os candidatos convocados na primeira chamada devem entregar, nas universidades para onde foram selecionados, os documentos comprovando o cumprimento dos requisitos e garantir a matrícula. O período para a comprovação começa nesta quarta e vai até o dia 14.

Calendário do Prouni 2019

A segunda chamada do Prouni será divulgada em 20 de fevereiro, e a entrega de documentos dos aprovados deve ser feita entre 20 e 27 de fevereiro.

O prazo para os candidatos não selecionados aderirem à lista de espera será nos dias 7 e 8 de março, e o resultado da lista de espera será divulgado em 11 de março.

PROUNI 2019 ofertará 243.888 bolsas

O Ministério da Educação (MEC) divulgou o número de bolsas disponíveis no Programa Universidade para Todos (Prouni) do primeiro semestre de 2019. Ao todo são 243.888 bolsas em 1.239 instituições a serem ofertadas no ProUni 2019/1. Os candidatos já podem acessar o site e consultar as bolsas disponíveis do Prouni 2019 nas instituições.

Quem pode se inscrever no ProUni 2019?

Para se inscrever no Programa Universidade para Todos (Prouni) do primeiro semestre de 2019 é preciso ter participado do Enem de 2018 e ter obtido no mínimo 450 pontos na média das notas do Exame. É preciso, ainda, ter obtido nota na redação que não seja zero.

Para efetuar a inscrição no Prouni do primeiro semestre de 2019, o candidato deve informar o número de inscrição no Enem 2018 e a senha mais atual cadastrada no Enem.

O que é o Prouni?

Prouni 2019 ofertará mais de 243 mil bolsas no primeiro semestre

É um programa do Ministério da Educação, criado pelo Governo Federal em 2004, que oferece bolsas de estudo integrais e parciais (50%) em instituições privadas de educação superior, em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, a estudantes brasileiros sem diploma de nível superior.

Podem participar:

  • Estudantes egressos do ensino médio da rede pública ou da rede particular na condição de bolsistas integrais da própria escola.
  • Estudantes com deficiência.
  • Professores da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica, integrantes de quadro de pessoal permanente de instituição pública. Nesse caso, não é necessário comprovar renda.

Para concorrer às bolsas integrais, o candidato deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. Para as bolsas parciais (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa.

Inscrições PROUNI 2019

O Ministério da Educação (MEC) alterou o período de inscrições do Programa Universidade Para Todos (ProUni), edição 2019. A alteração ocorreu em função da lentidão apresentada no site do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) durante o período de inscrições. Como o site estava lento, o prazo teve que ser prorrogado para não prejudicar os estudantes.

Inscrições ProUni 2019

As inscrições do ProUni 2019 serão realizadas de 0h do dia 31 de janeiro até as 23h59 do dia 3 de fevereiro

As inscrições do ProUni 2019 serão realizadas de 0h do dia 31 de janeiro até as 23h59 do dia 3 de fevereiro, pelo horário oficial de Brasília. Os resultados dos candidatos pré-selecionados em primeira chamada estarão disponíveis na página do programa a partir do dia 6 de fevereiro. Já a lista com os nomes dos selecionados em segunda chamada será divulgada no dia 20 de fevereiro.

Os candidatos pré-selecionados no ProUni 2019 em primeira chamada deverão comparecer à instituição de ensino superior escolhida no período de 6 a 14 de fevereiro para entrega de documentação que comprove as informações prestadas. O prazo para quem for pré-selecionado em segunda chamada vai de 20 a 27 de fevereiro.

Cronograma 2019

Houve alterações também no cronograma do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e do Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies).

Sisu 2019

O Sisu 2019 teve as inscrições encerradas no domingo, dia 27 de janeiro, passou por mudança na data da lista de espera. O novo período para que os candidatos manifestem o interesse em participar da lista de espera do Sisu 2019 é de 0h de terça-feira (29) às 23h59 do dia 5 de fevereiro, observando o horário oficial de Brasília. A partir desta edição, os candidatos que foram selecionados em qualquer das opções de curso na chamada regular não poderão mais participar da lista de espera.

Fies 2019

As inscrições para o Fies 2019 também tiveram o período alterado. De acordo com o novo cronograma, o candidato deve se inscrever entre 0h do dia 7 de fevereiro e 23h59 do dia 14 de fevereiro. O resultado da pré-seleção para as modalidades Fies e P-Fies será divulgado no dia 25 de fevereiro.

Os candidatos pré-selecionados na modalidade Fies deverão complementar e concluir sua inscrição no sistema FiesSeleção no período de 26 de fevereiro a 7 de março. A convocação dos candidatos participantes da lista de espera ocorrerá de 27 de fevereiro a 10 de abril.

Os estudantes que tiveram a inscrição do primeiro e segundo semestres de 2018 postergadas deverão concluir a inscrição no sistema FiesSeleção entre zero hora de 28 de fevereiro e 23h59 de 11 de março, observando o horário oficial de Brasília