Como melhorar seu aprendizado do Português

Muitas pessoas buscam por um melhor entendimento e compreensão da língua portuguesa. Ler, escrever, falar e ouvir, são as quatro habilidades fundamentais da aprendizagem de qualquer idioma, e a gramática portuguesa, não é diferente.

Você não pode construir uma casa sem uma base sólida. Por isso, é tão importante estudar português, que é um idioma tão rico culturalmente quanto belo em sua pronúncia. Além disso, ter essas habilidades te darão muitas oportunidades para ser aprovado em exames em Faculdades, por exemplo.

A medida que você estudar português, você provavelmente irá descobrir que você é mais forte em alguns pontos do que em outros. Neste artigo, vamos falar sobre como melhorar nos pontos principais do idioma, que são a leitura, escrita, fala e a capacidade de interpretação.

Veja como melhorar seu aprendizado do Português

Melhore sua leitura

Há uma maneira óbvia para começar a melhorar sua leitura, que são os livros.

Os livros não só ajudam você a aprender português corretamente, mas também são uma maneira de descobrir a cultura por trás do idioma.

A Internet também tem um excelente papel na leitura, portanto, livros impressos não são a sua única opção para a prática de leitura. A literatura nacional tem milhares de livros disponíveis para download online, muitos deles distribuídos de forma completamente gratuita.

Tenha um caderno de bolso e um bom dicionário

Recomendo investir num caderno de bolso. Dessa forma você pode carregá-lo em qualquer lugar, e adicionar notas, como palavras que aprendeu em sua instituição de ensino.

Nos dias de hoje, também é muito simples ter um dicionário disponível em todo tempo. Por exemplo, é possível ter um dicionário completo e atualizado, dentro de um smartphone.
Leia mais jornais e revistas

A leitura de jornais, fará que você melhore o seu conhecimento do idioma, mas também irá descobrir mais sobre assuntos relevantes da sociedade, como política, arte e cultura dos países onde a língua é falada.

Muitos jornais estão disponíveis para ler online gratuitamente, basta escolher boas fontes para se informar. As possibilidades de se obter informações desta forma beiram ao infinito.

Faça redações com frequência

Talvez toda esta leitura sugerida neste artigo, é possível que você já esteja com vontade de escrever um pouco!

Para muitos estudantes, escrever uma boa redação ajuda a melhorar sua fluência no idioma, e por isso, se expressar corretamente. Particularmente acredito que a escrita é uma importante parte deste processo.

Por isso, apegue-se a um bom tema que você goste ou queira aprender mais, e arrisque-se a criar uma boa redação.

Escreva uma carta a um amigo

Uma outra ótima forma de melhorar suas habilidades dentro do nosso idioma é escrever uma carta.

Se você não se sente tão confortável para escrever muito, você pode escrever algumas linhas em um cartão postal. Se você está em um nível mais intermediário ou avançado, faça uma carta extensa onde você possa exprimir suas emoções.

Espero que tenha gostado do nosso artigo. Se o considera útil, por favor, compartilhe o artigo com suas redes sociais favoritas.

PROUNI 2019 ofertará 243.888 bolsas

O Ministério da Educação (MEC) divulgou o número de bolsas disponíveis no Programa Universidade para Todos (Prouni) do primeiro semestre de 2019. Ao todo são 243.888 bolsas em 1.239 instituições a serem ofertadas no ProUni 2019/1. Os candidatos já podem acessar o site e consultar as bolsas disponíveis do Prouni 2019 nas instituições.

Quem pode se inscrever no ProUni 2019?

Para se inscrever no Programa Universidade para Todos (Prouni) do primeiro semestre de 2019 é preciso ter participado do Enem de 2018 e ter obtido no mínimo 450 pontos na média das notas do Exame. É preciso, ainda, ter obtido nota na redação que não seja zero.

Para efetuar a inscrição no Prouni do primeiro semestre de 2019, o candidato deve informar o número de inscrição no Enem 2018 e a senha mais atual cadastrada no Enem.

O que é o Prouni?

Prouni 2019 ofertará mais de 243 mil bolsas no primeiro semestre

É um programa do Ministério da Educação, criado pelo Governo Federal em 2004, que oferece bolsas de estudo integrais e parciais (50%) em instituições privadas de educação superior, em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, a estudantes brasileiros sem diploma de nível superior.

Podem participar:

  • Estudantes egressos do ensino médio da rede pública ou da rede particular na condição de bolsistas integrais da própria escola.
  • Estudantes com deficiência.
  • Professores da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica, integrantes de quadro de pessoal permanente de instituição pública. Nesse caso, não é necessário comprovar renda.

Para concorrer às bolsas integrais, o candidato deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. Para as bolsas parciais (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa.

Inscrições PROUNI 2019

O Ministério da Educação (MEC) alterou o período de inscrições do Programa Universidade Para Todos (ProUni), edição 2019. A alteração ocorreu em função da lentidão apresentada no site do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) durante o período de inscrições. Como o site estava lento, o prazo teve que ser prorrogado para não prejudicar os estudantes.

Inscrições ProUni 2019

As inscrições do ProUni 2019 serão realizadas de 0h do dia 31 de janeiro até as 23h59 do dia 3 de fevereiro

As inscrições do ProUni 2019 serão realizadas de 0h do dia 31 de janeiro até as 23h59 do dia 3 de fevereiro, pelo horário oficial de Brasília. Os resultados dos candidatos pré-selecionados em primeira chamada estarão disponíveis na página do programa a partir do dia 6 de fevereiro. Já a lista com os nomes dos selecionados em segunda chamada será divulgada no dia 20 de fevereiro.

Os candidatos pré-selecionados no ProUni 2019 em primeira chamada deverão comparecer à instituição de ensino superior escolhida no período de 6 a 14 de fevereiro para entrega de documentação que comprove as informações prestadas. O prazo para quem for pré-selecionado em segunda chamada vai de 20 a 27 de fevereiro.

Cronograma 2019

Houve alterações também no cronograma do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e do Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies).

Sisu 2019

O Sisu 2019 teve as inscrições encerradas no domingo, dia 27 de janeiro, passou por mudança na data da lista de espera. O novo período para que os candidatos manifestem o interesse em participar da lista de espera do Sisu 2019 é de 0h de terça-feira (29) às 23h59 do dia 5 de fevereiro, observando o horário oficial de Brasília. A partir desta edição, os candidatos que foram selecionados em qualquer das opções de curso na chamada regular não poderão mais participar da lista de espera.

Fies 2019

As inscrições para o Fies 2019 também tiveram o período alterado. De acordo com o novo cronograma, o candidato deve se inscrever entre 0h do dia 7 de fevereiro e 23h59 do dia 14 de fevereiro. O resultado da pré-seleção para as modalidades Fies e P-Fies será divulgado no dia 25 de fevereiro.

Os candidatos pré-selecionados na modalidade Fies deverão complementar e concluir sua inscrição no sistema FiesSeleção no período de 26 de fevereiro a 7 de março. A convocação dos candidatos participantes da lista de espera ocorrerá de 27 de fevereiro a 10 de abril.

Os estudantes que tiveram a inscrição do primeiro e segundo semestres de 2018 postergadas deverão concluir a inscrição no sistema FiesSeleção entre zero hora de 28 de fevereiro e 23h59 de 11 de março, observando o horário oficial de Brasília

Estude Rachel de Queiroz

Rachel de Queiroz foi a primeira mulher a entrar na Academia Brasileira de Letras, mesmo vivendo em anos que o preconceito era grande, por volta dos anos 30, ela conseguiu se destacar na literatura brasileira. Desde muito cedo, foi assunto no universo literário brasileiro, escrevendo poemas românticos incríveis!

Vale a pena estudar a Biografia de Rachel de Queiroz, uma das maiores brasileiras de todos os tempos, deixou grandes obras para a literatura. Sendo premiada com o Prêmio Camões, concedido apenas a quem acrescenta coisas boas a língua portuguesa.

Poema Telha de vidro, de Rachel Queiroz

Quando a moça da cidade chegou
veio morar na fazenda,
na casa velha…
Tão velha!
Quem fez aquela casa foi o bisavô…
Deram-lhe para dormir a camarinha,
uma alcova sem luzes, tão escura!
mergulhada na tristura
de sua treva e de sua única portinha…

A moça não disse nada,
mas mandou buscar na cidade
uma telha de vidro…
Queria que ficasse iluminada
sua camarinha sem claridade…

Agora,
o quarto onde ela mora
é o quarto mais alegre da fazenda,
tão claro que, ao meio dia, aparece uma
renda de arabesco de sol nos ladrilhos
vermelhos,
que – coitados – tão velhos
só hoje é que conhecem a luz doa dia…
A luz branca e fria
também se mete às vezes pelo clarão
da telha milagrosa…
Ou alguma estrela audaciosa
careteia
no espelho onde a moça se penteia.

Que linda camarinha! Era tão feia!
– Você me disse um dia
que sua vida era toda escuridão
cinzenta,
fria,
sem um luar, sem um clarão…
Por que você na experimenta?
A moça foi tão vem sucedida…
Ponha uma telha de vidro em sua vida!

Prouni 2019: Consulta de Vagas

A consulta de Vagas referentes ao Prouni 2019, Programa Universidade para Todos; que nesta edição terá aproximadamente 247.000 vagas, estará disponível no site do Ministério da Educação.

Prouni 2019: Consulta de vagas

As vagas estão disponíveis no site do Mec, ícone prouni, devidamente separadas por Instituição; estado; cursos e modalidades de Bolsas integrais ou parciais.

Prouni 2019: Inscrições

Conforme edital do Prouni 2019, as inscrições serão a partir de 31 de janeiro, para os estudantes que queiram concorrer a uma bolsa integral ou parcial do Programa Universidade para Todos. Elas estarão disponíveis no site do MEC.

Como fazer a inscrição do Prouni 2019?

Para efetuar a inscrição no Prouni do primeiro semestre de 2019, o candidato deverá informar o número de inscrição no Enem 2018 e a senha mais atual cadastrada no Enem.

Veja como recuperar a senha do Enem

Notas de Corte Prouni

As notas de corte serão atualizadas diariamente pelo Sistema do Prouni para que o candidato analise suas chances.

Veja a média de notas de corte de outras edições

Veja os cursos mais procurados no Prouni de outras edições

Bolsas Integrais e Parciais

Na última edição do Prouni, do total de vagas, 113.863 são integrais, das quais 37.604 são para cursos na modalidade educação a distância. Já o número de bolsas parciais é de 129.124. As bolsas integrais se destinam aos candidatos que possuam renda per capita mensal de até 1,5 salário mínimo, enquanto que as parciais para aqueles com renda familiar mensal de até três salários mínimos.

Prouni 2019: Cronograma

Inscrições de 31 de janeiro a 3 de fevereiro de 2019;

Resultado: Primeira chamada: 6 de fevereiro de 2019; Segunda chamada: 20 de fevereiro de 2019.

Comprovação das Informações: Primeira chamada: de 6 a 14 de fevereiro de 2019; Segunda chamada: de 20 a 27 de fevereiro 2019.

Lista de Espera: 7 a 8 de março de 2019;

Resultado da Lista de Espera: 11 de março de 2019.

O Candidato do Prouni poderá ser inscrever no Sisu 2019?

Se o candidato tiver feito o Enem 2018, poderá se inscrever no Sisu; mas ao ser selecionado pelo Sisu, deverá optar pela bolsa do Prouni; ou pela vaga na instituição pública para a qual foi selecionado; pois é vedado ao bolsista utilizar uma bolsa do Prouni e estar, simultaneamente, matriculado em instituição de ensino superior pública e gratuita.

Cronograma Prouni 2019

O cronograma do Prouni 2019 está disponível, conforme edital do Programa, que utiliza as notas do Enem 2018 para seleção de candidatos, que ingressarão em diversas Instituições de iniciativa particular.

Veja mais informações do Prouni 2019

Cronograma Prouni 2019

Inscrições de 31 de janeiro a 3 de fevereiro de 2019;

Resultado: Primeira chamada: 6 de fevereiro de 2019; Segunda chamada: 20 de fevereiro de 2019.

Comprovação das Informações: Primeira chamada: de 6 a 14 de fevereiro de 2019; Segunda chamada: de 20 a 27 de fevereiro 2019.

Lista de Espera: 7 a 8 de março de 2019;

Resultado da Lista de Espera: 11 de março de 2019.

Como fazer a inscrição do Prouni 2019?

Conforme edital do Prouni 2019, para efetuar sua inscrição o CANDIDATO deverá, obrigatoriamente, informar:
I – seu número de inscrição do Enem 2018 e a senha mais atual cadastrada no referido Exame;
II – endereço de e-mail e número de telefone válidos, aos quais o Ministério da
Educação poderá, a seu critério; enviar comunicados periódicos referentes aos prazos e resultados do processo seletivo do Prouni; e demais informações julgadas pertinentes;
III – dados cadastrais próprios e referentes ao grupo familiar;
IV – em ordem de preferência, até 2 (duas) opções de instituição; local de oferta, curso; turno; tipo de bolsa e modalidade de concorrência dentre as disponíveis; conforme sua renda familiar bruta mensal per capita e a adequação aos critérios referidos nos artigos 3ºe 6ºda Portaria Normativa MEC nº1, de 2015.

As inscrições estarão disponíveis no site do MEC, ícone Prouni.

Tipos de Bolsas Prouni 2019

Conforme edital, são duas modalidades de bolsas para o Prouni:

-Bolsa integral: para estudantes que possuam renda familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio.

-Bolsa parcial de 50%: para estudantes que possuam renda familiar, por pessoa, de até três salários mínimos.

O Candidato do Prouni poderá ser inscrever no Sisu 2019?

Se o candidato tiver feito o Enem 2018, poderá se inscrever no Sisu. Porém, se for selecionado pelo Sisu, deverá optar pela bolsa do Prouni; ou pela vaga na instituição pública para a qual foi selecionado; pois é vedado ao bolsista utilizar uma bolsa do Prouni e estar, simultaneamente, matriculado em instituição de ensino superior pública e gratuita.

Prouni 2019: Inscrições a partir de 31 de janeiro

O MEC divulgou o edital com o calendário referente ao  processo seletivo para ingresso no primeiro semestre de 2019; referente ao Programa Universidade para Todos (Prouni).

Inscrições Prouni 2019

Conforme edital do Prouni 2019, as inscrições serão iniciadas no dia 31 de janeiro; e serão encerradas às 23h59 do dia 3 de fevereiro.

Quem poderá concorrer ao Prouni 2019?

Para concorrer às bolsas, os interessados devem possuir nacionalidade brasileira e não podem portar diploma de curso superior. Ainda é exigida a participação no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2018.

De acordo com o edital do Prouni 2019, além desses pré-requisitos, ainda é necessário se enquadrar em algum desses perfis:

– Ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública;

– Ter cursado o ensino médio completo em instituição privada, na condição de bolsista integral da respectiva instituição;

– Ter cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em instituição privada; na condição de bolsista integral da respectiva instituição;

– Ser pessoa com deficiência;

– Ser professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica e integrando o quadro de pessoal permanente da instituição pública.

Nesta edição, assim como nas anteriores, o programa oferecerá duas modalidades de bolsas: integrais e parciais. Para concorrer à bolsa integral; o interessado deve ter renda familiar bruta mensal per capita não exceda o valor de 1,5 salário-mínimo.

Já para as parciais, a renda familiar bruta mensal per capita não exceda o valor de 3 salários mínimos.

Inscrição

Para realizá-la, o candidato deverá acessar o site do programa, obedecendo o período de inscrição; informar seu número de inscrição do Enem 2018; e a senha mais atual cadastrada no referido Exame. Ainda é solicitado endereço de e-mail e número de telefone válidos.

O interessado ainda deverá preencher questionário socioeconômico que corresponde os seus próprios dados e, também, o de todos os participantes do seu grupo familiar.

A partir dessa etapa, ele poderá escolher, por ordem de preferência, até duas opções de cursos, observando a instituição; local de oferta; curso; turno; tipo de bolsa e modalidade de concorrência dentre as disponíveis conforme sua renda familiar bruta mensal.

Processo seletivo

A seleção será mediante a colocação dos candidatos frente ao número de vagas e média obtida na última edição do Enem. Para 2019, o MEC informa que haverá duas chamadas sucessivas de candidatos pré-selecionados.

Sendo a primeira marcada para o dia Primeira chamada: 6 de fevereiro de 2019 e a Segunda chamada: 20 de fevereiro de 2019.

Com seu nome na lista, o pré-selecionado deverá comparecer a instituição de ensino que submeteu inscrição para comprovação das informações prestadas em sua inscrição e eventual participação em processo seletivo próprio da instituição, quando for o caso.

Primeira e Segunda chamadas

Candidatos pré-selecionados na Primeira chamada: de 6 a 14 de fevereiro de 2019 e para a Segunda chamada de 20 a 27 de fevereiro 2019.

Lista de Espera

Os inscritos que não forem pré-selecionados em nenhuma das duas opções de cursos submetidas nas chamadas regulares podem manifestar interesse na lista de espera do programa, no período de 7 a 8 de março de 20199, através do site do PROUNI.

Resultado Prouni 2019

O resultado da lista de espera estará disponível no Sisprouni para consulta pelas IES no dia 11 de março de 2019. Candidatos convocados deverão comparecer entre nos dias 12 a 13 de março de 2019 para comprovar as informações.

Prouni

O Programa Universidade para Todos (Prouni) concede bolsas de estudo integrais e parciais em cursos de graduação em instituições de ensino superior privadas. Os interessados em participar devem ter realizado o Enem 2018 e nota na redação diferente de zero, além da nota mínima de 450 pontos.

Podem concorrer estudantes egressos do ensino médio da rede pública ou da rede particular na condição de bolsistas integrais. A renda familiar per capita máxima de três salários mínimos é exigida e o processo seletivo observa as notas dos candidatos em relação ao número de vagas.

“O Programa possui também ações conjuntas de incentivo à permanência dos estudantes nas instituições, como a Bolsa Permanência e ainda o Fundo de Financiamento Estudantil – Fies, que possibilita ao bolsista parcial financiar parte da mensalidade não coberta pela bolsa do programa”, informa o MEC.

As inscrições para vagas remanescentes do Prouni 2018-2 estão abertas

As inscrições para as bolsas remanescentes do Programa Universidade para Todos (ProUni) referentes ao segundo semestre de 2018; poderão ser feitas a partir de hoje, 20 de agosto.

O prazo varia de acordo com a situação do estudante. Serão oferecidas 106. 252 bolsas, distribuídas entre parciais e integrais.

Cursos mais procurados no Prouni

Veja a média das notas de corte para o Prouni

Prazos para Inscrições

Os alunos matriculados nas instituições de educação superior deverão se inscrever até 28 de setembro. Os  estudantes não matriculados, terão o prazo até 24 de agosto.

Inscrições

Conforme edital do Prouni Vagas Remanescentes 2018-2; as inscrições deverão ser realizadas apenas pela página do ProUni http://prouniportal.mec.gov.br/.

Vagas oferecidas

Das 106.252 bolsas; 18.070 são de bolsas integrais e 88.182 de bolsas parciais de 50%.

O benefício poderá ser utilizado em cursos de graduação de instituições privadas de educação superior.

Modalidades de Bolsas

As bolsas integrais se destinam aos estudantes com renda per capita de até 1,5 salário mínimo. As bolsas parciais contemplam os candidatos que têm renda familiar per capita de até três salários mínimos.

Quem poderá concorrer?

Poderão concorrer às bolsas do ProUni brasileiros sem diploma de curso superior; e que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2010, com nota superior a 450 pontos e sem ter zerado a prova de redação.

Requisitos

É necessário, ainda, que o candidato atenda a pelo menos um dos requisitos a seguir:

-Ter cursado o ensino médio completo em escola pública ou em instituição privada como bolsista integral;

-Ter alguma deficiência;

-Ser professor da rede pública;

-Estar enquadrado no perfil de renda exigido pelo programa.

Prouni 2018-2 terá inscrições de vagas remanescentes a partir do dia 20

As inscrições referentes às bolsas remanescentes do Programa Universidade Para Todos (ProUni) 2018/2 serão realizadas a partir de 20 de agosto; no site do MEC (http://prouniportal.mec.gov.br/)

Conforme edital do Prouni Vagas Remanescentes 2018-2, os candidatos não matriculados terão até o próximo dia 24 de agosto para o cadastro; enquanto o prazo para os matriculados terminará no dia 28 de setembro de 2018.

Critérios referentes às vagas remanescentes do Prouni

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), as bolsas remanescentes são destinadas:

-Para os professores de rede pública em exercício da profissão;

-Para candidatos que tenham feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a partir de 2010, com média de 450 pontos e nota superior a zero na redação.

Bolsas Integrais e Parciais

Conforme edital, as bolsas integrais são destinadas aos candidatos com renda familiar mensal de até 1,5 salário mínimo por pessoa. As parciais são para quem tem renda familiar de até 3 salários mínimos.

Os professores da rede pública não precisarão comprovar renda para as bolsas de licenciatura.

Cursos mais procurados no Prouni

Veja a média das notas de corte para o Prouni

Bolsas oferecidas ProUni 2018/2

O ProUni 2018/2 ofereceu 174.289 bolsas; sendo 68.884 integrais e 105.405 parciais; distribuídas em 1.460 instituições de ensino superior.

Reserva de vagas para Cotistas

Parte das bolsas do ProUni foi destinada aos cotistas autodeclarados pretos, pardos ou indígenas, independente da renda.

Critérios de Desempate Prouni

Conforme edital do Prouni, os critérios para desempate são:

I – maior nota na prova de redação do Enem;

II – maior nota na prova de Linguagens, Códigos e Suas Tecnologias;

III – maior nota na prova de Matemática e suas Tecnologias;

IV – maior nota na prova de Ciências da Natureza e suas Tecnologias;

V – maior nota na prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias.

Divulgado o resultado da lista de espera Prouni 2018-2

O Ministério da Educação (MEC) divulgou, hoje, 2 de agosto, a relação de participantes da lista de espera do Programa Universidade Para Todos (ProUni).

O resultado pode ser conferido no site do MEC ( http://siteprouni.mec.gov.br/)

Comprovação das Informações

Os inscritos terão que comparecer às instituições de ensino de amanhã (3) até segunda-feira (6) para comprovar as informações de cadastro.

Quem pode participar da Lista de Espera do Prouni?

De acordo com o MEC, a lista de espera foi destinada aos participantes que já tinham feito suas inscrições no ProUni e não foram selecionados nas duas chamadas regulares da edição do segundo semestre de 2018.

Os candidatos tiveram que comprovar 450 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 e nota acima de zero na redação, além de preencherem uma das seguintes situações:

-Ser de escola pública ou bolsista integral em colégio particular, exceto nos casos dos professores e das Pessoas com Deficiência (PcD)

-Comprovar renda, com exceção dos professores da rede pública.

O candidato com renda familiar mensal de até 1,5 salário mínimo por pessoa teve direito a concorrer às bolsas integrais (totalmente gratuitas). Participantes com renda entre 1,5 e 3 salários mínimos por pessoa puderam se inscrever para as bolsas de 50%.

Modalidades da Lista de Espera Prouni 2018-2

Ainda conforme o MEC, a lista de espera se dividiu em primeira e segunda opção de curso:

A participação para a primeira opção de curso foi destinada para:

-Candidatos não pré-selecionado nas chamadas regulares do ProUni;

-Participante que foi pré-selecionado na segunda opção de curso e reprovado pela não formação de turma.

A participação para a segunda opção de curso foi voltada para:

-Inscritos que não foram pré-selecionados nas chamadas regulares, caso não tenha havido formação de turma na primeira opção de curso;

-Participantes que não foram pré-selecionados nas chamadas regulares, caso não tenha havido oferta de bolsas na primeira opção de curso;
-Quem foi pré-selecionado na primeira opção de curso e reprovado pela não formação de turma.

Bolsas Prouni 2018-2

O ProUni 2018/2 ofereceu 174.289 bolsas, sendo 68.884 integrais e 105.405 parciais. As oportunidades foram para 1.460 instituições de ensino superior de iniciativa particular.

Cotas Prouni

O ProUni 2018/2 reservou ainda percentual destinado aos cotistas autodeclarados pretos, pardos ou indígenas, independente da renda.